Mesmo com expulsão de Kannemann, Grêmio supera Cruzeiro no Mineirão com gol de André

Visitantes saem na frente no segundo tempo, têm zagueiro argentino expulso, mas levam três pontos de BH em estreia do Brasileirão

Coube aos “deuses do futebol” colocar duas máquinas de guerra frente a frente logo de cara. Cruzeiro e Grêmio protagonizaram, na tarde de sábado (14), um duelo digno de dois aspirantes não somente ao título do torneio, mas dos outros que também disputam – Copa do Brasil e Libertadores.

E quem se deu bem na primeira rodada foi o Imortal. Com gol do atacante André, ex-Santos e Sport, aos 9 minutos da etapa complementar, os visitantes superaram a Raposa no Mineirão e levaram 3 pontos na bagagem para Porto Alegre. A baixa gremista fica por conta do zagueiro argentino Kannemann, expulso aos 27′ do segundo tempo por entrada dura no meia uruguaio Arrascaeta. A equipe da casa, que estreava seu novo uniforme inspirado na Seleção da Islândia, saiu de campo vaiada apesar das inúmeras tentativas.

1º tempo

Por ser apenas a primeira rodada entre 38, ambas as equipes adotaram postura de muita cautela. Apesar de jogar fora de casa, o Grêmio teve 67% de posse de bola frente a um adversário que fechava espaços tentando contra-atacar. Enquanto os donos mandantes apostavam em cruzamentos e escanteios e em finalizações de longa distância, os visitantes buscavam principalmente a velocidade de Everton. As táticas adotadas em nada contribuíram para que o placar mudasse, então os treinadores tiveram que mudar.

Thiago Neves encara marcação do capitão gremista Maicon. Apesar das tentativas, meia cruzeirense não evitou o revés em casa. (Foto: Agência I7)

2º tempo

No intervalo, o técnico Mano Menezes sacou Rafael Sóbis e colocou Sassá. Entretanto, a principal mudança dos clubes foi justamente na postura, com jogadas mais agressivas e incisivas logo nos primeiros minutos. E a fórmula funcionou para o Grêmio. Aos 9 minutos, após cruzamento de Ramiro da ponta direita, André, aproveitando leve desvio de Everton em tentativa de cabeceio, deu um carrinho e empurrou a bola para o fundo das redes do goleiro Fábio. Foi o primeiro gol do atacante, que não jogava há 70 dias, com a camisa tricolor.

Com o resultado em mãos, o cenário da etapa inicial se inverteu. O que se viu até o final do jogo foi um Cruzeiro tomando a iniciativa e o Imortal segurando o placar como podia. Thiago Neves, pela equipe da casa, e Everton, pelos visitantes, foram os que maistentaram em finalizações. A situação do time de Mano Menezes ficou levemente confortável depois que o zagueiro gremista Kannemann deu um carrinho no meia cruzeirense Arrascaeta e levou vermelho direto. Apesar da vantagem numérica, pouco se mudou em campo e, aos 52 minutos, o árbitro Rodolpho Toski Marques encerrou a partida. Vitória do Grêmio fora de casa por 1 x 0 contra um adversário direto e vaias da torcida da Raposa.

Kannemann revoltado com expulsão. Zagueiro argentino levou o cartão vermelho após entrada dura no meia uruguaio Arrascaeta. (Foto: Gabriel Duarte)

E agora?

O Grêmio conseguiu importante vitória na estreia do Brasileirão e soma 3 pontos. Já o Cruzeiro deixou escapar a chance de, em casa, vencer um rival direto na busca pelo título.

O foco, entretanto, muda para a maior competição do continente. O Tricolor Gaúcho viaja para o Paraguai, onde enfrentará o Cerro Porteño no La Olla Azulgrana, às 21h30 de terça-feira (17) pela 3ª rodada do Grupo 1. Já a Raposa irá enfrentar a Universidad de Chile no Estádio Nacional, em Santiago, às 21h30 de quinta-feira(19) pelo Grupo 5.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro volta a campo no domingo (22) para encarar o Fluminense, às 16h, no Maracanã, na 2ª rodada. Já o Grêmio estreia na Arena no mesmo dia, mas às 19h, contra o Atlético-PR. 

Comments

comments

Samuel Lima
Samuel Lima
"O garoto que gostava de ficar na banheira quando jogava bola na 4ª série cresceu. A partir da 6ª série, passou a elaborar as jogadas, a ter uma melhor visão de jogo, uma melhor visão de mundo. A vida de jogar bola parou há algum tempo, mas a visão de jogo permanece. E é essa mesma visão que ajudará esse jovem de 20 anos a elaborar as ideias relacionadas a esse esporte que está muito além das 4 linhas convencionais de um campo de futebol. Da minha querida Inácio Monteiro para o mundo da bola, com prazer, Samuel!"

    Artigos Relacionados

    Deixe uma resposta

    Topo